Questões de Ciência Editorial

A função primordial do Instituto é trazer a ciência para os grandes diálogos nacionais e globais em torno da formulação de políticas públicas.

Ciência e tecnologia formam os alicerces da vida contemporânea. Por causa disso, questões de ciência estão por toda parte no mundo moderno, e têm papel crucial na alocação responsável de recursos públicos ou privados.

A despeito de sua importância, no entanto, as questões de ciência são pouco notadas na arena pública. Isso acontece porque, quando emergem no debate maior da sociedade, em geral as essas questões vêm enquadradas como alguma outra coisa: questões de política, de economia, de religião, de comportamento, etc. O que também talvez sejam – mas não em essência.

Assim que ocorre essa inversão de prioridades, algo curioso se segue: a questão de ciência – que deveria ser resolvida com base em lógica e evidência – vira questão de opinião. De repente, conclusões testadas seguidas vezes, verificadas por especialistas e apoiadas em evidências sólidas passam a ser “só mais um ponto de vista”. E, reduzidas dessa forma, transformam-se em armas de disputa político-ideológica.

Um dos principais objetivos deste Instituto é percorrer o caminho inverso. Resgatar as questões de ciência imersas no debate público, tratá-las como o que, de fato, são. Informar o público. E pressionar para que o conhecimento científico seja levado em conta por quem tem o poder final de decisão.

Ciência é muito mais que um conjunto de conhecimentos, ou uma comunidade de homens e mulheres de jaleco – é um modo especial de pensar e de olhar para o mundo, uma atitude, ao mesmo tempo crítica e construtiva, diante das alegações dos outros e das próprias crenças. Promover essa atitude é parte essencial de nossa missão.

Desde as pequenas decisões pessoais na vida do cidadão comum até a formulação de políticas públicas, somos influenciados por evidências ou opiniões. Nossa missão é demonstrar que as evidências asseguram o desenvolvimento de um país, e que praticamente tudo envolve alguma questão de ciência.